Thomas Baccaro na Ricardo Von Brusky

Galeria Ricardo Von Brusky abre, no dia 31 de julho, a exposição “NATURA di ACQUA e SALE” de Thomas Baccaro: a natureza dos cristais de sal, formas, cores, perfumes, nos sentidos e da solidão do infinito…

Thomas Baccaro

“NATURA di ACQUA e SALE” será a vigésima primeira individual do artista Thomas Baccaro. A exposição abre no dia 31 de julho, na Galeria Ricardo Von Brusky, no Jardim América, em São Paulo. Estarão expostas 70 imagens, no tamanho 67x100cm, ampliadas em papel 100% algodão Fine Art e impressas com pigmento mineral. O texto da exposição será do diretor, autor e ator Marcos Caruso.

A exposição será composta por duas partes que falam e conversam entre si. Nas imagens, detalhes da natureza, paisagens, cristais de sal bruto, inspiração e apropriação, o revelar do enigma através do olhar.
Leia+Mais→

Fernando Velázquez na Zipper

Exposição individual de Fernando Velázquez na Zipper Galeria em cartaz até 28 de julho de 2018

Fernando Velázquez

Iceberg (Detalhe) / Fernando Velázquez

Dando sequência à sua pesquisa no campo da arte e tecnologia, o artista Fernando Velázquez apresenta sua terceira exposição individual na Zipper Galeria. Aberta no dia 21 de junho, “Iceberg” apresenta um conjunto de novos trabalhos que remetem ou exploram alegoricamente a figura do iceberg. “Enxergamos uma porção ínfima da totalidade do iceberg já que a maior parte da sua massa encontra-se submersa. Alegoricamente, poderíamos pensar que o nosso entendimento da realidade se assemelha a um iceberg já que necessariamente o campo do que conhecemos será infinitamente menor que o campo do que seria possível conhecer. O inconsciente, por exemplo, poderia ser a parte invisível de um iceberg chamado consciência”, afirma o artista.
Leia+Mais→

Sertão Expandido de Kboco no Afro Brasil

O Museu Afro Brasil inaugura no próximo dia 23 de junho, às 11h, a exposição “Sertão Expandido”, do artista plástico goiânio Kboco, conhecido por sua relação com o graffiti, artista goiânio apresenta em SP obras tridimencionais que dialogam com assemblages e o acervo da instituição

Kboco

começo aqui e meço aqui
este começo e recomeço e remeço e
arremesso e aqui me meço quando se vive sob
a espécie da viagem o que importa não é a viagem mas o
começo da […]
Haroldo de Campos

Com curadoria de Maria Hirszman, a mostra reúne cerca de 10 trabalhos inéditos entre pinturas, desenhos, assemblages e intervenções em site specific.

“Não se trata de uma mera filiação à instalação como forma expressiva, mas de uma intencionalidade clara de fusão entre as questões pictóricas com a necessidade de se expandir para além do espaço bidimensional, incorporando elementos da paisagem, usando a arquitetura como estopim e suporte para ações transformadoras do espaço social”, afirma Hirszman.
Leia+Mais→

Cícero Dias na Simões de Assis

Mostra reúne 40 obras do modernista pernambucano em retrospectiva inédita desde a década de 1980 e revela série de litografias denominada “Suíte Pernambucana”

Cícero Dias

A Simões de Assis Galeria de Arte apresenta, entre os dias 9 de junho e 4 de agosto, “Cícero Dias”. A exposição reúne 40 obras na primeira grande retrospectiva do modernista pernambucano – que viveu entre 1907 e 2003 – em uma galeria desde a década de 1980. Além das aquarelas, é revelada ao público, três décadas após a sua criação, a “Suíte Pernambucana”, série inédita de litografias criadas em 1983, em Paris. A curadoria é de Waldir Simões de Assis. Leia+Mais→

Ibema Gravura está com inscrições abertas

O objetivo do projeto é divulgar a arte da gravura e revelar novos talentos

gravura

O maior e mais conceituado prêmio brasileiro dedicado à arte da gravura está com suas inscrições abertas. O Prêmio Ibema Gravura, que está em sua oitava edição, é uma ação exclusiva aos estudantes universitários e as premiações chegam ao valor de R$ 13 mil, distribuídos entre os dez primeiros lugares. Promovida e realizada pela Ibema Papelcartão, terceira maior fabricante de papelcartão do país e um dos maiores players da América Latina, a premiação é a única do gênero promovida pela iniciativa privada.
Leia+Mais→

Avesso Viés na SIM

Obras em material têxtil sugerem uma analogia entre tessitura e a percepção da passagem do tempo

Avesso Viés

Jessica Mein / desborde cinco, 2017 / grafite e cânhamo / 94 x 64 cm / Botoon Rojo Fotografia / Nelson Leirner / Eu e Fontana / 188x127cm / 1999 / Lona e zíper / Ed. única

As alegorias e metáforas entre a tecelagem e a percepção da passagem temporal dão o tom da exposição “Avesso Viés”, coletiva em cartaz na SIM Galeria até 11 de julho. Artistas que lidam de diversas formas com o têxtil apresentam trabalhos com essa matéria e a atualizam por meio de ações como cortar, manchar, torcer, desfiar, esgarçar e virar do avesso. Essas interferências fazem uma analogia ao tempo e à capacidade de interrompê-lo abruptamente, desafiando a convulsão ansiosa da atualidade. Leia+Mais→