Simbiosis na Galeria DUO

A primeira galeria de arte a ter estúdio de tatuagem na capital reúne artistas plásticos e tatuadores para conectar as duas artes


A Galeria DUO nasce para mostrar como a arte transcende para a tatuagem, elevando a sua criação e técnica para um conceito ousado e pioneiro na capital paulistana, em que uma galeria de arte integra um estúdio de tatuagem.

Inaugurada em julho, a Galeria expõe o trabalho de artistas tatuadores, a fim de disseminar a arte da tatuagem além das peles. “Queremos mostrar que temos grandes tatuadores que são também grandes artistas plásticos”, diz Toshio Murakami, idealizador da DUO.

O ambiente foge do tradicional e a sobreloja de 350m2 conta mais de 30m de vitrine na esquina da Rua Augusta com a Alameda Itu, nos Jardins. “A concepção da galeria conta com um projeto arquitetônico minimalista e funcional. A mescla ajustada dos elementos de fluidez, amplitude e transparência propiciam o enaltecimento dos artistas em sua máxima potencialidade”, diz o arquiteto Aníbal Moriyama que assina o projeto em parceria com a arquiteta Camila Uzêda.

Com o desafio de unir obras de arte e tatuagens, Toshio e seu time abriram a galeria com a exposição Simbiosis, uma coletiva que apresenta três artistas plásticos e reconhecidos tatuadores para conectar as artes entre si, mostrando que a arte não se limita a telas ou paredes. Uma simbiose entre três tatuadores, três artistas plásticos, três amigos, três Victors.

O trio começa com o artista Victor Montaghini, formado pela escola Panamericana de Arte e Design, passou por diversos suportes e técnicas sendo hoje bastante multifuncional. Teve como fonte de inspiração grandes pintores com Egon Schiele e Gustav Klimt, que muito ainda se nota em seus traços bordados e os contrastes entre tons terra e ocres e as cores primárias, predominando a visão interior e intuitiva do artista em oposição à mera observação da realidade.

Essa nova forma de arte corporal compreende a deformação da realidade para expressar de forma subjetiva a natureza e o ser humano, dando primazia à expressão de sentimentos em relação à simples descrição objetiva dos elementos. “Sempre focado no comportamento humano, meu trabalho é um reflexo de uma visão emocional da realidade que, materializada através de pinceladas selvagens, ruídos e transparências adquirem uma dimensão metafísica, abrindo os sentidos ao mundo interior”, diz Montaghini. Assista ao vídeo das “pinceladas selvagens”:

“O nascimento da Galeria Duo traz a capacidade de olhar para o artista e entender suas necessidades deixando de ser apenas um comércio para se tornar uma vitrine do que acredita como verdade”, diz Montaghini.

Outro Victor, Octaviano, é artista plástico e tatuador e tem seu estilo fortemente influenciado pela aquarela.

“Na tatuagem, normalmente a história ou ideia parte da pessoa, enquanto eu procuro me envolver com o tema para dar substância ao desenho, mas o sentimento inicial é geralmente externo. Já para a exposição, minhas obras são feitas de dentro pra fora, sem a necessidade de agradar ou serem entendidas. Ao olhar para as pinturas você pode ter sentimentos totalmente diferentes dos que me levaram a pintar”, diz o artista que define a Galeria Duo como um espaço onde as pessoas irão conhecer o lado artístico e autoral dos tatuadores que passarem por lá. O artista também integra o time do estúdio da galeria.

O terceiro artista, Victor Zanotto, nasceu em Curitiba e se formou em fotografia e em desenho no curso pela escola Meio Tom. Iniciou na ilustração em 2010 e em 2011 na tattoo, sempre buscando novas experiências em plataformas vivas ou no papel. “Procuro brincar e estudar diferentes técnicas. Minha assinatura não caminha com os estilos tradicionais da tatuagem, mas sim tento reproduzir na pele o que utilizo no meu dia a dia com papel”, reflete. Para Zanotto, não existe diferença entre a arte da tattoo e da exposição, mas os dois conceitos estão ligados.

E, para quem está curioso se as obras apresentadas na exposição podem ser tatuadas, os artistas respondem “Sim, se alguma delas representar algo importante pra alguém podemos utilizar como referência para uma tatuagem”.

A Galeria DUO São Paulo abre seu estúdio com um time de artistas de peso: Catarina Gushiken, James Jim, João Vitor, Luna Lu, Victor Octaviano e a “apprentice” Gabriela Liie, além de receber outros artistas convidados de todo o Brasil e de fora.

Serviço:
Exposição Simbiosis
Galeria DUO
Rua Augusta, 2163
(11) 3083-1533
Artistas: Victor Montaghini, Victor Octaviano, Victor Zanotto
Até 31/08/2018
Horário: 14:00h as 20:00h – de 3ª feira a sábado
Entrada Franca
Agendamento de visitas pelo WhatsApp: (11) 996-262-610 e (11) 3064-5455
https://www.instagram.com/galeriaduo/
https://www.galeriaduo.com.br/