Skip to main content

Nario Barbosa na OMA Galeria

Imagem e poesia dão o tom da mostra de Nario Barbosa na OMA Galeria, consolidando ano importante de sua carreira o artista abre exposição com obras inéditas

Nario Barbosa

No dia 27 de julho na OMA Galeria o artista sergipano Nario Barbosa abrirá sua segunda exposição individual, intitulada “Nario Barbosa: nas entrelinhas”, sob curadoria de Thomaz Pacheco, que menciona “Nario está tendo um ano muito significativo, essa sua mostra apresenta um lado mais intuitivo do artista, e um aprofundamento nas questões de arquivo e materialidade de suas obras”. Leia+Mais→

Labirinto de Christus Nóbrega

Até 31 de agosto de 2018, a Galeria de arte Hacibe Hanum, do Instituto Leo Romano, em Goiânia, recebe a exposição Labirinto de Christus Nóbrega

Labirinto

Resultado de uma investigação de cerca de três anos de Christus Nóbrega, artista paraibano radicado em Brasília. A mostra, com curadoria de Cinara Barbosa, consiste numa produção que revisita as memórias familiares, as histórias sociais e apresenta obras que têm a renda labirinto como tema central, além da metáfora para as tramas que constituem a vida.

A renda labirinto, introduzida no Brasil no século XVII por europeus, se distingue pela técnica de desfiamento do tecido, que é posteriormente preenchido com motivos florais. A curadoria mantém o propósito de ressaltar o entrelace das peças como medida das tramas diversas dessas histórias de vida, ocorridas em pequenas aldeias da Paraíba, como Chã dos Pereiras. As fotos coloridas, recortes de cenas da casa da avó de Christus, que também morou na região, pontuam os sutis desvelamentos dos processos de busca.
Ler mais Leia+Mais→

Thomas Baccaro na Ricardo Von Brusky

Galeria Ricardo Von Brusky abre, no dia 31 de julho, a exposição “NATURA di ACQUA e SALE” de Thomas Baccaro: a natureza dos cristais de sal, formas, cores, perfumes, nos sentidos e da solidão do infinito…

Thomas Baccaro

“NATURA di ACQUA e SALE” será a vigésima primeira individual do artista Thomas Baccaro. A exposição abre no dia 31 de julho, na Galeria Ricardo Von Brusky, no Jardim América, em São Paulo. Estarão expostas 70 imagens, no tamanho 67x100cm, ampliadas em papel 100% algodão Fine Art e impressas com pigmento mineral. O texto da exposição será do diretor, autor e ator Marcos Caruso.

A exposição será composta por duas partes que falam e conversam entre si. Nas imagens, detalhes da natureza, paisagens, cristais de sal bruto, inspiração e apropriação, o revelar do enigma através do olhar.
Ler mais Leia+Mais→

Fernando Velázquez na Zipper

Exposição individual de Fernando Velázquez na Zipper Galeria em cartaz até 28 de julho de 2018

Fernando Velázquez

Iceberg (Detalhe) / Fernando Velázquez

Dando sequência à sua pesquisa no campo da arte e tecnologia, o artista Fernando Velázquez apresenta sua terceira exposição individual na Zipper Galeria. Aberta no dia 21 de junho, “Iceberg” apresenta um conjunto de novos trabalhos que remetem ou exploram alegoricamente a figura do iceberg. “Enxergamos uma porção ínfima da totalidade do iceberg já que a maior parte da sua massa encontra-se submersa. Alegoricamente, poderíamos pensar que o nosso entendimento da realidade se assemelha a um iceberg já que necessariamente o campo do que conhecemos será infinitamente menor que o campo do que seria possível conhecer. O inconsciente, por exemplo, poderia ser a parte invisível de um iceberg chamado consciência”, afirma o artista.
Ler mais Leia+Mais→

High Revelation de Fernando Bianchi

O exagero do efeito estético é destaque de técnica criada e patenteada pelo fotógrafo Fernando Bianchi. Obras podem ser vistas em seu recém-inaugurado apê galeria, o FB ART Gallery

Fernando Bianchi

A busca pela imagem ideal inspirou o fotógrafo artístico, Fernando Bianchi a criar e patentear há aproximadamente seis anos, uma técnica de revelação digital, chamada de “High Revelation”. Trata-se de um procedimento que explora o melhor de cada fotografia tornando-as únicas.

O método permite um novo efeito estético exagerando na aura das coisas comuns engrandecendo-as. Desta forma, a fotografia passa a ter um novo viés; uma nova luz, um novo contraste. Explorando um novo ponto de vista único e valorizado o décor de projetos residenciais e corporativos.
Ler mais Leia+Mais→

José Oiticica Filho no MIS

Até 17 de junho um dos mais importantes e revolucionários fotógrafos brasileiros

José Oiticica Filho

Forma 15-B (1955) / Derivação 68A/62-A (1962)

O Museu da Imagem e do Som de São Paulo, MIS-SP apresenta a obra pioneira de José Oiticica Filho (1906 – 1964), marco na fotografia moderna brasileira. Dentre sua produção se destacam as microfotografias científicas feitas durante seu trabalho como entomologista, a forte atuação nos movimentos cineclubistas, a quebra com o pictorialismo, os experimentos com a abstração, as composições geométricas e as recriações fotográficas a partir de manipulação de negativos. Leia+Mais→

Kiolo presente na SP Arte

Estreando no festival, o fotógrafo chega representado pela Gabriel Wickbold Studio & Gallery

Kiolo

Até o dia 15 de abril, a cidade de São Paulo respirará arte com a 14ª edição da SP-Arte – Festival Internacional de Arte de São Paulo, que acontece na Bienal de São Paulo, no Parque do Ibirapuera.

Com a participação de galerias expoentes no mercado das artes provenientes de 16 países, o Festival traz visitas guiadas da Feira, que entraram na programação do ano passado; lançamentos de livros; Talks – ciclo de debates com especialistas, artistas e colecionadores; e, nos dias 9 e 10 de abril, a 3ª edição do Gallery Night, circuito entre galerias que antecedeu a abertura da SP-Arte, na qual as participantes estendem o horário para proporcionar visitas ao público. Ler mais Leia+Mais→

Luiz Maudonnet na SP-Arte 2018

SP-Arte 2018 recebe série “Garimpo de Grunas” do jovem artista Luiz Maudonnet

Luiz Maudonnet

“Garimpo de Grunas”: 155×41, Impressão em jato de tinta sobre papel algodão Hahnemühle 308g emoldurado em placa de Metacrilato Anti Reflexo

Do século 18 até meados do século 20, a extração de minérios era uma importante atividade econômica da bela região de serras situadas no centro do estado baiano, a Chapada Diamantina. O garimpo era presente em todo o território da Chapada, tendo a Vila de Igatu como um dos principais polos financeiros da época do garimpo. Igatu, que hoje tem 400 habitantes, chegou a ser ocupada por até 10 mil garimpeiros e suas famílias, que moravam em praticamente toda a região de serras em volta da vila. Leia+Mais→

Scroll Up